O fim do RG!

O novo documento de identificação, o RIC, promete dar mais agilidade: todos os documentos ficam inclusos num chip!

Novo documento de identificação, o RIC, substituirá o RG

A fim de modernizar o documento de identidade do Brasil, esse mês começa a ser emitido o Registro de Identidade Civil (RIC). O novo documento, digno de filme de ficção, é semelhante a um cartão de crédito. Além de trazer as informações impressas, conta com um chip para armazenamento de dados. Para facilitar a vida do cidadão o RIC reunirá o número de CPF, Título de Eleitor, PIS/PASEP, e RG. Data de nascimento, nacionalidade, foto, filiação, validade, entre outros, também constam tanto impressas no cartão como armazenadas no chip.

A grande novidade, além da validação de um número único para todo território nacional é a informação do biótipo. Além das digitais – que serão coletadas por um scanner, também constará a cor da pele e dos olhos (a foto 3X4 não dava conta? ), altura e, especula-se, o peso da pessoa (será que uma vez gordinho eternamente marcado como gordinho? como isso será atualizado?).

Frente do RIC, substituto do RG, contendo o chip.

Verso do RIC

Além de reunir a maior quantidade possível de informações ao respeito do cidadão e simplificar para não precisar carregar quase tudo na carteira ou criar confusão sobre qual documento tem tal utilidade. (Lembra o caos das últimas eleições em que o título de eleitor não servia como comprovante?)

Com toda a tecnologia digna de filme do 007, o RIC tem vantagens na luta contra a falsificação. O Ministério da Justiça garante a segurança do chip e do cartão, que tem seis camadas, marcas d’água e usa tintas especiais sobre fundos complexos.

Inicialmente, o RIC será emitido somente no Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. Mas há planos de extensão para atingir o maior número de brasileiros o mais rápido possível. Com um gasto estimado em torno de R$ 1,5 bilhão para a troca total o governo federal pretende cobrar de 70% da população de R$ 12 a R$ 15. O restante seria de responsabilidade da União.

3 Respostas

  1. ah não… o pessoal fica mexendo no q tá quieto…

    e esse negócio de biotipo, não deu. Quer dizer q se um gordo emagrecer ele tem q alterar o RIC, depois ele resolve comer muito e fica gordo de novo daí tem q alterar outra vez?

    Eu tenho é pena das pessoas com efeito sanfona.

    tsc tsc. =&

  2. dá sim… hum, num gostei ñ!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: